Categorias
Contabilidade contador Regime Tributário

Minha empresa pode aderir ao Simples Nacional?

Se você está em dúvida se sua empresa se enquadra no Simples Nacional, vamos te explicar tudo o que você precisa saber na hora de escolher esse regime tributário, e verificar quais os benefícios que sua empresa terá.

 

O que é o Simples Nacional?

O Simples Nacional é um regime tributário voltado para Microempresas ou empresas de pequeno porte. O objetivo do simples nacional é reduzir a burocracia e os custos dos pequenos empresários, criando assim um sistema unificado de recolhimento de tributos.

 

Minha empresa pode aderir ao Simples Nacional?

Nem todas as empresas podem optar por esse regime tributário, e isso se deve a alguns fatores, como: porte, faturamento, atividades e societário.

Um dos principais fatores determinantes é o faturamento da empresa, há um valor máximo que se pode faturar para poder optar pelo Simples Nacional, como veremos logo abaixo.

  • Microempresa (ME): até 360 mil reais de faturamento nos últimos 12 meses.
  • Empresa de Pequeno Porte (EPP): de 360 mil reais a 4,8 milhões de reais de faturamento nos últimos 12 meses.

Além disso, há também outras condições para que sua empresa possa optar pelo Simples Nacional.

  • Os sócios devem ser Pessoas Físicas.
  • O CNPJ da sua empresa não pode participar do capital social de outra pessoa jurídica.
  • Se os sócios participarem de outras empresas, a soma dos faturamentos não pode ultrapassar 4,8 Milhões ao ano.
  • O sócio de uma empresa do Simples Nacional que participa de outra empresa Lucro Real ou Presumido, não pode ter mais de 10% de ações desta outra empresa.
  • Não ser uma sociedade por ações (S/A)
  • Os sócios não podem residir no exterior
  • Não possuir débitos com a Receita Federal, Estadual, Municipal e/ou Previdência.
  • Empresas que não possuam débitos em aberto (aqueles sem negociação/parcelamento) com o Governo.

Quais as vantagens do Simples Nacional?

Após todas essas condições, as empresas que se enquadraram nos requisitos acima podem usufruir de muitos benefícios, tais como:

  • Cobrança simplificada de impostos (DAS)
  • Alíquotas reduzidas de impostos (calculadas de acordo com o faturamento)
  • Menor número de declarações
  • Empresa com menos de 5 funcionários não é obrigada a ter certificado digital (Um custo a menos)
  • Contabilidade simplificada
  • Investidores Anjos (Possibilidade de receber investimentos de forma simplificada e com segurança jurídica de ambas as partes)

Sua empresa se enquadra no simples Nacional? Fale com a Falavinha Next!

Se o Simples Nacional é o que sua empresa precisa, então chegou a hora de contar com um especialista no assunto para trazer a sua empresa para esse regime tributário.

Somente especialistas Contábil e  Tributário conseguem entender a fundo como sua empresa está perante ao mercado e se é o melhor momento para fazer a transição de um regime para o outro. Além disso, há ainda uma série de exigências e obrigações fiscais a serem cumpridas e que serão identificadas pelo seu contador, para que sua empresa se enquadre corretamente no Simples Nacional.

A Falavinha Next atua no mercado há mais de 40 anos, e já atendemos mais de 15 mil clientes entre Pessoas Físicas e Jurídicas. Contamos também com mais de 150 colaboradores prontos para atender as necessidades da sua empresa e tudo com um atendimento Ágil e Preciso. Aqui seu negócio estará sempre com as obrigações perante ao Fisco em dia!

Categorias
Contabilidade contador Regime Tributário

Simples Nacional: Comitê prorroga prazo de pagamento de tributos

Pagamentos dos tributos do Simples Nacional são prorrogados por conta da crise econômica provocada pela pandemia de coronavírus. Resolução CGSN 158/2021

O Ministério da Economia anunciou na noite desta quarta-feira, 24, a prorrogação dos tributos federais, estaduais e municipais para os optantes do Simples Nacional.

A decisão foi tomada pelo Comitê Gestor do Simples Nacional que aprovou a Resolução 158 em reunião extraordinária.

Com a medida, os pagamentos dos tributos de abril, maio e junho poderão ser feitos a partir de julho e em até 6 parcelas.

Prorrogação do Simples Nacional

Com a decisão, os pagamentos dos tributos do Simples Nacional ficarão da seguinte forma:

– o período de apuração março de 2021, com vencimento original em 20 de abril de 2021, poderá ser pago em duas quotas iguais, com vencimento em 20 de julho de 2021 e 20 de agosto de 2021;

– o período de apuração abril de 2021, com vencimento original em 20 de maio de 2021, poderá ser pago em duas quotas iguais, com vencimento em 20 de setembro de 2021 e 20 de outubro de 2021;

– o período de apuração maio de 2021, com vencimento original em 21 de junho de 2021, poderá ser pago em duas quotas iguais, com vencimento em 22 de novembro de 2021 e 20 de dezembro de 2021.

Ao todo, 17 milhões de contribuintes do Simples Nacional poderão prorrogar seus tributos. Com isso, o recolhimento de R$ 27,8 bilhões de reais devem ser postergados.

A ideia é dar fôlego para esse universo de micro e pequenas empresas para que eles possam enfrentar esse momento crítico da economia”, afirma José Barroso Tostes Neto, Secretário Especial da Receita Federal do Brasil.

Tributos prorrogados

Os seguintes tributos estão incluídos no pagamento unificado que compõe o Simples Nacional:

  • IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica);
  • IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados);
  • CSLL (Contribuição Social sobre Lucro Líquido);
  • Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social);
  • Pis/Pasep (Programa de Integração Social e o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público);
  • CPP (Contribuição Previdenciária Patronal).
  • Além disso, também devem ser prorrogados o ICMS em âmbito estadual e o ISS no âmbito municipal.
Categorias
Contabilidade contador Planejamento

6 tendências para a contabilidade em 2021

Confira as principais tendências para a contabilidade em 2021 que estão chegando com força total.

Todo profissional precisa se atualizar e estar a par das tendências da sua área. O contador por mais que seja um ofício milenar, não foge a regra. E em 2021, você contador e dono de um escritório de contabilidade precisa ficar de olho em algumas tendências importantes.

Neste artigo nós vamos falar sobre as principais tendências para a contabilidade esse ano 2021. Leve em conta que algumas dessas tendências já não são mais tão novidade, porém estão chegando com força total.

Sistemas de pagamento como PIX

Os métodos de pagamento vem se aprimorando com o tempo e se tornando cada vez mais velozes e eficazes, permitindo que as transações aconteçam em tempo real, por exemplo.

No ano passado, o governo apresentou mais uma ferramenta aos brasileiros que promete simplesmente substituir os DOCs e as TEDs, estamos falando do PIX.

O PIX é um método de transferência de valores que o Banco Central criou com a finalidade de facilitar as transações e estimular a economia. As principais características do PIX são:

  • Rapidez, se possível receber o dinheiro instantaneamente;
  • Praticidade, pois está disponível 24 horas por dia em 7 dias por semana;
  • Acessibilidade, por ser fácil de utilizar e gratuito para pessoas físicas.

Computação em Nuvem

É claro que a computação em nuvem não pode ficar de fora. Essa tendência é uma das mais crescentes dos últimos anos. E continuará assim até muito provavelmente não haver mais nenhum computador físico.

É claro que até lá talvez ainda leve algum tempo, mas isso não significa que você já não deveria ter servidores em nuvem à sua disposição. São muitas as vantagens de se ter todos os arquivos que a sua empresa produz guardados na nuvem, veja:

  • Segurança muito mais aprimorada pois o backup é automático e constante;
  • Maior velocidade para lidar com todos os processos, visto que isso descarregará a máquina física do escritório de trabalho;
  • Facilidade para acessar os arquivos importantes de qualquer lugar.

Terceirização de serviços

É comum a noção de que a contabilidade é justamente o departamento de uma empresa que precisa ser terceirizado, mas isso não significa que uma contabilidade também não possa usar de serviços terceirizados para aprimorar o processo.

Além da limpeza, a contabilidade também pode terceirizar serviços contábeis para um parceiro, economizando assim com mão de obra e carga tributária.

Soft Skills

As Soft Skills são as habilidades do profissional do futuro, características que todos os contabilistas deveriam desenvolver para se enquadrarem corretamente no mercado de trabalho. Essas habilidades são as seguintes:

  • Comunicação: ser capaz de se comunicar de forma clara e atenciosa;
  • Empatia: conseguir compreender a dor do cliente se pondo no lugar dele;
  • Criatividade: muitos problemas podem ser resolvidos de forma criatividade, algo que talvez nem todos os manuais ou treinamentos sejam capazes de ensinar;
  • Liderança: mais importante do que fazer o que é requisitado, é ser capaz de liderar uma mudança positiva. Um profissional que se impõe sem ser rude;
  • Inteligência emocional: a maioria das pessoas não tem inteligência emocional se deixam desestabilizar por qualquer coisa;
  • Capacidade de resolução de problemas: associado a liderança e criatividade, essa habilidade é importantíssima para um mundo em constante mudança.

Enfim, podemos resumir as Soft Skills como sendo habilidades para lidar com as pessoas de forma mais humana e menos mecânica.

Presença digital

A presença digital já ultrapassou o status de tendência, ela é uma verdadeira necessidade para a sobrevivência dos negócios, ainda mais dentro da área contábil.

Se a sua contabilidade não possui um site, por exemplo, ou não tem perfis nas principais redes sociais, as chances são de que ela muito provavelmente está deixando de captar uma quantidade incalculável de clientes.

Porque na realidade estar presente na internet é como uma forma de provar que o negócio existe. Sem contar que será muito mais fácil de entrar em contato com a sua empresa se ela possuir um site ou perfis nas redes sociais.

Quando falamos de sites, principalmente de sites contábeis, é importante sempre prezar pelas seguintes características:

  • Ser um site otimizado para aparelhos celulares;
  • Atualizado com os principais protocolos de segurança;
  • Bonito, informativo e rápido para carregar;
  • Ter um blog que servirá para atrair clientes com uma estratégia de marketing;
  • Ter as principais ferramentas de um bom site contábil.

Um site bem otimizado sempre receberá a preferência do google no momento do ranque amento, por isso também é sempre muito importante não se esquecer das técnicas de SEO.

Já quanto às redes sociais, é importante saber bem qual é o perfil de comunicação da sua contabilidade.

Nem todas as redes sociais são interessantes para todos os tipos de negócios, todavia, duas delas são quase sempre uma aposta certeira, o facebook e o instagram.

No facebook a sua empresa pode ter uma página oficial onde ela se comunica por meio de postagens informativas, promoções ou anúncios.

É possível também criar um grupo para aproximar ainda mais o contato da empresa com seus clientes, no entanto, dependendo do tamanho da empresa, isso pode se tornar inviável administrativamente.

E quanto ao instagram, essa é uma das maiores redes sociais do mundo. Por mais que ela tenha uma quantidade de usuários total menor que o facebook, o engajamento das postagens é muito maior.

Sua principal utilização é para a postagem e veiculação de fotos e vídeos. É bastante indicado para uma estratégia de marketing focada principalmente no uso de hashtags e promoções.

Corte de gastos

E por fim, mas não menos importante, 2021 certamente é o ano da economia. É impossível de se ignorar o quanto a crise do coronavírus afetou a economia mundial. Milhares de negócios fecharam e muitos outros encolheram.

A crise, todavia, ainda não acabou. Por isso mesmo é muito importante que os gestores de contabilidade façam bem as contas e comecem a economizar em todas as áreas que forem possíveis.

 

Categorias
Contabilidade contador Gestão

Assessoria contábil é essencial para um planejamento tributário efetivo

Atuação do contador traz credibilidade para as empresas e otimiza os custos do negócio.

Empreender no Brasil não é tarefa simples e, um ponto comum que gera muitas dúvidas é o contexto tributário. Para tanto, o investimento de tempo e recursos na gestão dos tributos é primordial para garantir a saúde financeira de uma empresa. 

Especialistas veem isso como um diferencial competitivo e até mesmo de sobrevivência para a grande maioria dos negócios. Segundo o contador Sergio Faraco, Vice-Presidente Administrativo do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), apesar de ser complexa e de difícil compreensão, a gestão tributária é essencial

Sem a gestão tributária, uma empresa pode vir a sucumbir, uma vez que no nosso atual cenário, extremamente competitivo, o fator tributário pode ser determinante no resultado operacional da empresa”, explica.

Para o contador, ter uma equipe ou um profissional da contabilidade atuando de forma estratégica é importante para que a empresa possa crescer e ter lucro. Dentre as atribuições de uma assessoria contábil, pode-se citar a busca pela melhor adequação fiscal do empreendimento e a realização constante de análises de mudanças tributárias.

Uma assessoria contábil faz toda a diferença para um bom planejamento tributário. O contador poderá auxiliar nas tomadas de decisão, visando sempre mitigar os riscos da atividade profissional e maximizar os seus resultados”, afirma Faraco. 

De acordo com o contador, atualmente há um volume muito grande de obrigações a serem seguidas pelas empresas. Nesse contexto, o planejamento deve sempre contemplar o pagamento de tributos, o cumprimento das obrigações fiscais e de todas as outras cobranças, diminuindo assim a chance de imprevistos e aumentando o alcance estratégico da inteligência tributária, posicionando a companhia dentro das previsões da legislação. 

Sabemos que ser empresário é um grande risco, pois há uma grande insegurança jurídica e inúmeras decisões controversas, mas o contador pode minimizar estes riscos, indicando ao empresário os caminhos e as consequências de determinada tomada de decisão”, avalia Faraco.

Quando se trata das obrigações fiscais, Faraco diz que uma análise profissional poderá indicar se a empresa está pagando algo a mais ou a menos. “Além de mostrar se as obrigações fiscais vêm sendo cumpridas, essa análise vai indicar o grau de assertividade das informações”, conclui o vice-presidente do CFC.

Fonte: CFC