Categorias
Economia Holding Planejamento

Planejamento sucessório e patrimonial: somos especialistas nisso!

Entenda o que é o planejamento sucessório, patrimonial e como elaborá-los para garantir proteção econômica.

Provavelmente, você já deve ter ouvido alguém falar que teve os bens bloqueados pela justiça, ou que teve considerável perda patrimonial por causa de um contrato elaborado de forma equivocada ou desentendimentos societários.

Ouviu falar, também, daquele que deixou uma boa parte do patrimônio num inventário judicial ou, até mesmo, feito em cartório.

Nem vamos falar de brigas de família, separações matrimoniais, erros profissionais e outras desavenças que podem delapidar o patrimônio de uma família.

São histórias que só demonstram a importância do que eu chamo de Planejamento Patrimonial.

Planejamento patrimonial

Na prática e em resumo, o planejamento patrimonial nada mais é do que organizar todo seu patrimônio de forma que ele fique protegido, e que você consiga sucedê-lo de forma tranquila e principalmente econômica.

Dentre as ferramentas que temos para suceder ou proteger temos: Doação, Testamentos, Seguro de Vida, Previdência Privada e Estruturas Societárias, as famosas Holdings.

Holding é o instrumento mais procurado, hoje, para sucessão e para a proteção de Patrimônio. O que as pessoas esquecem é que não é apenas abrir uma empresa com objetivo de Holding e colocar os bens dentro dessa empresa. Às vezes, essa manobra, feita da maneira errada, não surte nenhum efeito, pelo contrário. É necessário estudar cada caso e escrever clausulas que condizem com o objetivo do planejamento.

Por isso, quando falamos de proteção patrimonial, o ponto mais importante é a pergunta: O que você quer exatamente proteger e de que? Isso vai pautar todo escopo do seu planejamento.

Planejamento sucessório

Vamos falar agora sobre o que é a definição do tão falado planejamento sucessório. Como próprio nome já diz, o foco total aqui é planejar a sucessão em vidaatravés de instrumentos, viabilizando que a transferência de patrimônio seja feita aos herdeiros de forma amena, sem grandes complicações, gerando redução de custos, destinação racional, preservação dos bens e preservação da atividade empresarial familiar.

As principais vantagens de um planejamento sucessório feito em vida podem ser resumidas em quatro fatores: redução de custos fiscais e proteção patrimonial, preservação dos bens e preservação da atividade empresarial da família.

Um planejamento patrimonial e sucessório bem feito, pode gerar uma grande economia em diversos pontos: tributos, taxas, gastos com inventários, impostos de doação, custos de testamento, e, como não se deve esquecer, economia com aluguel e venda de imóveis próprios.

Categorias
Empresarial Gestão Empresarial Planejamento

Consultoria Empresarial é a chave para 2021

Cada vez mais a consultoria empresarial ganha espaço e se torna uma excelente alternativa, mostrando-se fundamental para a transformação de diversas empresas.

O mundo empresarial, em sua grande maioria, tem como principal objetivo o crescimento contínuo e sustentável. No entanto, para que esse crescimento ocorra de forma estruturada é necessário atentar para os diversos processos da empresa, que ultrapassam os aspectos relacionados ao atendimento aos clientes e aos fluxos internos da organização e chegam nas questões legais.

Deste modo, Rogério Fachin é especialista em Direito Médico e Tributário na FNCA Advogados, afirma que o que irá possibilitar o sucesso longínquo de uma empresa é a adoção de medidas estratégicas e racionais, juridicamente adequadas e condizentes com o serviço ofertado, com o funcionamento da empresa e de seus stakeholders, com o crescimento buscado, mantendo um padrão consolidado de qualidade e de excelência operacional.

“Neste sentido, ressalta-se que a falta de conhecimento de tais estratégias, ou o próprio receio na busca de suporte especializado, é causa comum de falência no mundo empresarial. Falta, frequentemente, atenção e embasamento técnico sobre todas as áreas necessárias para a gestão do negócio, uma vez que, comumente, o empreendedor possui maestria apenas do seu core business”, pontua.

O advogado reforça que, embora alguns empresários acreditem que são os únicos que detenham o conhecimento que levará ao êxito seus respectivos negócios, é imprescindível reconhecer a existência de parceiros no mercado, cuja especialização em determinadas áreas possibilita o discernimento de dúvidas e a redução dos riscos na organização. Nesta perspectiva, a opção de contratar uma consultoria empresarial de qualidade é de extrema importância para a obtenção de melhores resultados, a Falavinha Next realiza esse serviço a um bom tempo.

Suporte específico e de alta qualidade

Um bom sistema de apoio traz segurança ao empresário, dando a ele confiança e tranquilidade na tomada de decisão e nas ações que executa, permitindo, ainda, através do aprimoramento das rotinas de trabalho, que todos os esforços sejam concentrados na administração da empresa e no seu core business.

Nesta toada, o especialista afirma que a consultoria empresarial, principalmente quando realizada por profissionais do direito, se mostra uma excelente ferramenta a ser utilizada pelas empresas visando a melhoria dos seus negócios. Isso porque os advogados especializados neste tipo de serviço detêm o conhecimento dos trâmites e as especificidades das normas legais, em detalhes mínimos por nichos de atuação, estando, portanto, aptos a oferecer consultoria jurídica personalizada e voltada para utilização das normas que melhor protejam a empresa e que, simultaneamente, permitam o crescimento do seu negócio, por isso a Falavinha Next possui setores para tratar dessa consultoria.

“Uma orientação bem estruturada, realizada por pessoas com experiência no assunto abordado, permite que o empresário seja aconselhado sobre quais medidas devem ser adotadas e em qual momento. Ademais, para além das ações mitigadoras de risco, a consultoria jurídica empresarial facilita a detecção e a consequente solução de problemas.  Tudo isso se traduz em maior segurança na elaboração e na realização do planejamento estratégico e empresarial”, explica.

Diferentes tipos de consultorias e suas características

Segundo Rogério, a consultoria empresarial pode apoiar empreendimentos de diversas formas. Uma das consultorias que está em constante crescimento é a tributária. Tal consultoria atua como apoio direto das áreas de apuração, controle e recolhimento de tributos, sejam eles diretos ou indiretos.

“Por meio desse trabalho também é possível realizar antecipações e monitoramentos, possibilitando que os gestores das companhias mitiguem riscos, potencializem o Compliance e definam estratégias mais assertivas, não somente na área fiscal, mas para a empresa como um todo”, afirma.

Vale ressaltar que, dentro do ambiente corporativo, pequenas ações podem ocasionar grandes riscos na governança, sejam oriundos de um projeto estruturado sem um planejamento coeso, ou até mesmo um novo serviço/produto implementado.

Contudo, o advogado pontua que o fato é que esse tipo de risco pode ser evitado, ao se analisar os possíveis tipos de problemas e quais serão suas consequências para a saúde da empresa. Deste modo, a Consultoria de Gestão de Risco, outra vertente da consultoria empresarial, pode ser categorizada como uma tendência para 2021.

Trabalho com ética e transparência 

Em meio a rotinas tão agitadas, a consultoria se mostra primordial para qualquer empresa, sendo essencial que o trabalho seja dotado de técnica, integridade, segurança e respeito, gerando tranquilidade e confiança para o contratante. De igual modo, a condução desse processo conjuntamente com os gestores possibilitará o melhor aproveitamento do serviço prestado pela consultoria já que a construção de estratégias específicas contará, também, com a percepção dos atores internos, permitindo maior liberdade para que estes consigam produzir e guiar a organização.

“Para finalizar, reforço que, no contexto empresarial, a consolidação da companhia no mercado é fundamental para obter confiança dos clientes e, principalmente, se destacar perante os concorrentes. Diante disso, a consultoria poderá abranger numerosos campos e áreas de atuação, sejam de empresas nacionais ou estrangeiras, e seus resultados demonstrarão os benefícios que esse tipo de trabalho proporciona, traduzindo em números o impacto proporcionado por essa parceria”, completa o advogado.

Em suma, ele reforça que fica evidente a importância de uma consultoria empresarial de qualidade para o futuro das empresas. Tal serviço, ao entregar uma diversidade de vantagens para os contratantes, se torna uma grande tendência para os próximos anos.

Categorias
Contabilidade contador Planejamento

6 tendências para a contabilidade em 2021

Confira as principais tendências para a contabilidade em 2021 que estão chegando com força total.

Todo profissional precisa se atualizar e estar a par das tendências da sua área. O contador por mais que seja um ofício milenar, não foge a regra. E em 2021, você contador e dono de um escritório de contabilidade precisa ficar de olho em algumas tendências importantes.

Neste artigo nós vamos falar sobre as principais tendências para a contabilidade esse ano 2021. Leve em conta que algumas dessas tendências já não são mais tão novidade, porém estão chegando com força total.

Sistemas de pagamento como PIX

Os métodos de pagamento vem se aprimorando com o tempo e se tornando cada vez mais velozes e eficazes, permitindo que as transações aconteçam em tempo real, por exemplo.

No ano passado, o governo apresentou mais uma ferramenta aos brasileiros que promete simplesmente substituir os DOCs e as TEDs, estamos falando do PIX.

O PIX é um método de transferência de valores que o Banco Central criou com a finalidade de facilitar as transações e estimular a economia. As principais características do PIX são:

  • Rapidez, se possível receber o dinheiro instantaneamente;
  • Praticidade, pois está disponível 24 horas por dia em 7 dias por semana;
  • Acessibilidade, por ser fácil de utilizar e gratuito para pessoas físicas.

Computação em Nuvem

É claro que a computação em nuvem não pode ficar de fora. Essa tendência é uma das mais crescentes dos últimos anos. E continuará assim até muito provavelmente não haver mais nenhum computador físico.

É claro que até lá talvez ainda leve algum tempo, mas isso não significa que você já não deveria ter servidores em nuvem à sua disposição. São muitas as vantagens de se ter todos os arquivos que a sua empresa produz guardados na nuvem, veja:

  • Segurança muito mais aprimorada pois o backup é automático e constante;
  • Maior velocidade para lidar com todos os processos, visto que isso descarregará a máquina física do escritório de trabalho;
  • Facilidade para acessar os arquivos importantes de qualquer lugar.

Terceirização de serviços

É comum a noção de que a contabilidade é justamente o departamento de uma empresa que precisa ser terceirizado, mas isso não significa que uma contabilidade também não possa usar de serviços terceirizados para aprimorar o processo.

Além da limpeza, a contabilidade também pode terceirizar serviços contábeis para um parceiro, economizando assim com mão de obra e carga tributária.

Soft Skills

As Soft Skills são as habilidades do profissional do futuro, características que todos os contabilistas deveriam desenvolver para se enquadrarem corretamente no mercado de trabalho. Essas habilidades são as seguintes:

  • Comunicação: ser capaz de se comunicar de forma clara e atenciosa;
  • Empatia: conseguir compreender a dor do cliente se pondo no lugar dele;
  • Criatividade: muitos problemas podem ser resolvidos de forma criatividade, algo que talvez nem todos os manuais ou treinamentos sejam capazes de ensinar;
  • Liderança: mais importante do que fazer o que é requisitado, é ser capaz de liderar uma mudança positiva. Um profissional que se impõe sem ser rude;
  • Inteligência emocional: a maioria das pessoas não tem inteligência emocional se deixam desestabilizar por qualquer coisa;
  • Capacidade de resolução de problemas: associado a liderança e criatividade, essa habilidade é importantíssima para um mundo em constante mudança.

Enfim, podemos resumir as Soft Skills como sendo habilidades para lidar com as pessoas de forma mais humana e menos mecânica.

Presença digital

A presença digital já ultrapassou o status de tendência, ela é uma verdadeira necessidade para a sobrevivência dos negócios, ainda mais dentro da área contábil.

Se a sua contabilidade não possui um site, por exemplo, ou não tem perfis nas principais redes sociais, as chances são de que ela muito provavelmente está deixando de captar uma quantidade incalculável de clientes.

Porque na realidade estar presente na internet é como uma forma de provar que o negócio existe. Sem contar que será muito mais fácil de entrar em contato com a sua empresa se ela possuir um site ou perfis nas redes sociais.

Quando falamos de sites, principalmente de sites contábeis, é importante sempre prezar pelas seguintes características:

  • Ser um site otimizado para aparelhos celulares;
  • Atualizado com os principais protocolos de segurança;
  • Bonito, informativo e rápido para carregar;
  • Ter um blog que servirá para atrair clientes com uma estratégia de marketing;
  • Ter as principais ferramentas de um bom site contábil.

Um site bem otimizado sempre receberá a preferência do google no momento do ranque amento, por isso também é sempre muito importante não se esquecer das técnicas de SEO.

Já quanto às redes sociais, é importante saber bem qual é o perfil de comunicação da sua contabilidade.

Nem todas as redes sociais são interessantes para todos os tipos de negócios, todavia, duas delas são quase sempre uma aposta certeira, o facebook e o instagram.

No facebook a sua empresa pode ter uma página oficial onde ela se comunica por meio de postagens informativas, promoções ou anúncios.

É possível também criar um grupo para aproximar ainda mais o contato da empresa com seus clientes, no entanto, dependendo do tamanho da empresa, isso pode se tornar inviável administrativamente.

E quanto ao instagram, essa é uma das maiores redes sociais do mundo. Por mais que ela tenha uma quantidade de usuários total menor que o facebook, o engajamento das postagens é muito maior.

Sua principal utilização é para a postagem e veiculação de fotos e vídeos. É bastante indicado para uma estratégia de marketing focada principalmente no uso de hashtags e promoções.

Corte de gastos

E por fim, mas não menos importante, 2021 certamente é o ano da economia. É impossível de se ignorar o quanto a crise do coronavírus afetou a economia mundial. Milhares de negócios fecharam e muitos outros encolheram.

A crise, todavia, ainda não acabou. Por isso mesmo é muito importante que os gestores de contabilidade façam bem as contas e comecem a economizar em todas as áreas que forem possíveis.

 

Categorias
Economia Gestão Empresarial Planejamento

A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO SOCIETÁRIO EM SUA EMPRESA

Você já parou para pensar o que é um planejamento societário e o que envolve o mesmo, talvez pense que isso não faça muita importância para sua empresa, no entanto você está enganado se pensa dessa maneira, assim sendo, vou lhe mostrar o quão importante é e quais os benefícios de ter um planejamento societário elaborado.

Primeiramente vamos verificar quais os benefícios que temos com esse planejamento, podemos definir ele como um guia para a relação entre os sócios e a sociedade, para eles saberem quais as obrigações que cada um tem no negócio, através desse planejamento os sócios vão poder tomar decisões mais concretas em relação as atividades do dia-a-dia, tais como:

  • Crescimento
  • Investimento
  • Entrada e saída de sócios

Por esses e outros motivos, se você pensa em abrir o seu negócio ou fazer mudanças na sua empresa, continue lendo.

Sabe qual são as vantagens e segurança que você pode ter com esse tipo de planejamento?

Saber diferenciar a relação entre sócios e patrimonial, a personalidade jurídica é bem distinta da personalidade do sócio, pois os bens dos sócios não se comunica com os bens da empresa e vice-versa, lembrando que essa regra cabe para as empresas que tem por natureza jurídica limita e EIRELI.

Já o empresário individual que tem os seus bens comunicado diretamente aos da empresa, por esse e outros motivos nós da Falavinha Next, sempre procuramos entender seu negócio para lhe apresentar o melhor planejamento societário.

Quais os impactos futuros você pode ter em abrir seu negócio ou fazer mudanças sem fazer um planejamento societário?

  • Pagar imposto a maior pelo fato de não ter procurado a atividade com a alíquota menor;
  • Se sua empresa é tributada no Simples Nacional os impactos são vários, tais como: verificar se tem sócio em comum em outra empresa, para não ocorre soma de faturamento, verificar se atividade escolhida não é impeditiva a essa tributação.;

Então atrelado a esse planejamento uma das principais coisas é saber qual o melhor tipo de natureza jurídica para sua empresa, os tipos de natureza jurídica são vários, mais pensando nos pequenos e médios empreendedores, vamos explicar sobre os mais utilizados:

EI: Empresário Individual, e o empreendedor que atua como o único titular de um negócio, sendo esse uma pessoa física, essa modalidade de empresa não tem uma divisão entre os bens da pessoa física com a jurídica, pois apesar de ter um CNPJ, não possui personalidade jurídica.

Por esse motivo os empreendedores sempre têm de ter muita atenção, pois se a empresa tiver algum tipo de processo os bens do empresário estão vinculados ao CNPJ. Também vale lembrar que algumas atividades são impeditivas ao EI como por exemplo a atividade de Advocacia. Fica claro que o EI é diferente do MEI apesar de se levar a mesma natureza jurídica no CNPJ, sendo a 230-5 (empresário individual).

EIRELI: Empresa Individual de Responsabilidade Ilimitada, que também atua com um único titular, sendo esse pessoal física ou pessoal jurídica, se for pessoal física a mesma não pode ser titular a outra EIRELI, outra exigência para modalidade é o capital social que precisa ser equivalente a 100 salários mínimo que hoje dá um total de R$ 110.000,00.

Uma das vantagens desse tipo de empresa é a segregação entre os bens da pessoa física com a jurídica.  A grande maioria das atividades comercio, indústria e serviços podem ser desenvolvidas por uma EIRELI.

LTDA: Sociedade Limitada, nessa modalidade é constituída dois ou mais sócios, a responsabilidade dos sócios sobre a empresa é limitada e restritas.  A administração da empresa pode ser feita por apenas um dos sócios ou por todos, também pode ser designado um administrador não sócio.

As atividades desenvolvidas por essa modalidade quase não se têm restrição também podendo ser exercida para comércio, indústria e serviços.

Conforme a MP811, ficou a criada a LTDA UNIPESSOAL, essa modalidade vem sendo a queridinha dos emprenhadores, pois tem algumas vantagens, tais como pode ser constituída por um único sócio, pode ser titular mais de uma empresa e não tem uma estipulação para o capital social, as demais regras e particularidades seguem a mesma da LTDA.

Vale ressaltar que para qualquer uma dessas naturezas jurídicas descritas, a forma de ser tributada pode ser pelo Simples Nacional, Lucro Presumido ou Real.

Também vale dizer que muito se confundi entre os empreendedores, sobre a natureza jurídica e enquadramento do porte da empresa, pois temos os seguintes porte, ME, EPP e DEMAIS;

  • ME: empresa que tem um faturamento até R$ 360.000,00
  • EPP: Empresa que tem um faturamento de R$ 360.000,00 até 4.800.000,00
  • DEMAIS: Empresa que tem faturamento acima de R$ 4.800.000,00

Das naturezas jurídicas acima descrita apenas a EI é obrigatoriamente registrada na junta comercial é não possui contrato social, seu documento de registro é chamado de requerimento do empresário.

As outras naturezas jurídicas podem ser registrada tanto na junta comercial ou cartório de registro das pessoas jurídicas, os documentos de registro é chamado de contrato social ou ato constitutivo, é no momento da elaboração desses documentos, e nós da Falavinha Next temos um grande diferencial pois procuramos entender o negócio e a particularidades do mesmo.

Pois colocamos cláusulas especificadas para o empresário não ter problemas futuros em casos de falência de sócio, discordância e entre outros vários que podem ocorrer.

Autor: Bruno Santana – Consultor Societário da Falavinha Next

Categorias
Contabilidade Planejamento Regime Tributário

Você sabia que em média 1/3 do faturamento das empresas são destinados ao pagamento de tributos?

Planejamento Tributário consiste em uma forma legal de reduzir a carga fiscal de uma empresa, são ações legais que diminuem o valor dos tributos devidos, as empresas quando não obrigadas a adotar um regime específico podem escolher como melhor lhe convém, se enquadrar no Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real.

Em um mercado cada vez mais competitivo, a maior parte das micro e pequenas empresas, tem a intenção de melhorar sua competitividade, deve procurar benefícios e a diminuição de tributos.

Legalmente, existe a possibilidade de se realizar o Planejamento Tributário que é um conjunto de atos e sistemas legais, que visa reduzir a incidência dos tributos, onde o contribuinte pode estruturar seu negócio de forma menos onerosa, procurando a diminuição dos custos e, principalmente, dos impostos.

Para um bom Planejamento Tributário, algumas decisões devem ser tomadas, por isso os dados precisam ser apurados, tendo aspectos como: As atividades da empresa, os produtos que ela vende, o seu faturamento, número de funcionários, a lucratividade e a sua estrutura.

Dessa maneira, é com o planejamento tributário que a organização conseguirá perceber essas ações e poderá fornecer subsídios para a melhor tomada de decisão, que realmente produza efeitos satisfatórios que gerem economia tributária e redução de custos com os tributos.

Categorias
Planejamento

Teses tributárias que seu Agronegócio precisa estar atento!

Um aspecto que merece mais atenção dos empresários do agronegócio é a tributação. Isso porque os impostos do setor são bastante complexos e envolvem inúmeras peculiaridades. Há regras que permitem a redução de carga fiscal com isençãoalíquota zeroincentivoscréditos ou mesmo postergação de vários tributos.

O planejamento tributário para o agronegócio traz muitas vantagens. Ele busca analisar todos os procedimentos fiscais, documentos e livros contábeis, regime de tributação e estrutura societária das empresas. O objetivo é desenvolver estratégias tributárias e de gestão do risco fiscal para identificar oportunidades e incentivos fiscais para o seu agronegócio.

Quais tributos o agronegócio paga?

A quantia de impostos que a sua empresa do setor agrícola paga varia de acordo com o estado no qual ela está localizada. Por exemplo, no Mato Grosso, uma propriedade rural que se dedica ao cultivo de soja e milho precisa arcar com 14 tributações diretas.

Entre os principais tributos cobrados de produtores rurais estão:

  • FUNRURAL, ou Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural, imposto voltado para a contribuição social;
  • ITR (Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural): é o equivalente ao IPTU para os imóveis que estão localizados fora do perímetro urbano dos municípios.
  • IRPJ (Imposto de Renda da Pessoa Jurídica): tributo federal que incide sobre os lucros da empresa agrícola;
  • ICMS (Imposto sobre circulação de mercadorias e prestação de serviços): tributo pago sobre alguns insumos
  • PIS e Cofins: os conhecidos Programa de Integração Social e Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social;
  • FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço): pago por quem é empregador ou tomador de serviços.

Vale ressaltar que todas as práticas realizadas durante um processo de planejamento tributária são totalmente legais, e não envolvem sonegação de impostos, evasão fiscal ou qualquer outro crime dessa natureza.

Esse procedimento é capaz de elevar a margem de faturamento da empresa, aumentar a produtividade e a organização do negócio e melhorar a imagem da instituição em seu mercado de atuação.

Concluímos dizendo que o setor de agronegócio merece atenção na questão tributária. É necessário ter conhecimento para administrar todos esses níveis de detalhes envolvidos em um planejamento tributário do agronegócio.

Categorias
Planejamento

5 Ações importantes que sua contabilidade deve tomar nessa Pandemia

1º Prestar orientações técnicas

contabilidade da sua empresa tem que estar atento às medidas que o governo tem lançado, acompanhar todas essas mudanças, os incentivos que têm sido dados, como as instituições financeiras têm agido, os bancos que estão com as melhores carências, os que não adotaram a prática. A sua empresa precisa receber isso detalhado, de maneira didática.

2º Questões trabalhistas

folha de pagamento é algo que demanda trabalho, pois tem muitos empresários que vão precisar definir se vão dar  férias, se vão demitir funcionários, se vão afastar colaboradores, se vão reduzir salários. No aspecto trabalhista ele precisa ser orientado de como lidar em relação a redução da carga horária de trabalho. Se é possível ou não retirar pagamento de vale transporte e vale alimentação com a redução da carga horária trabalhada. Também sobre o que é necessário fazer para poder funcionar em home office ou não.

3º Questões Tributárias

No campo tributário, existe uma ação prioritária: repense o planejamento tributário de sua empresa, considerando previsão de queda de faturamento.  Cada empresa tem sua peculiaridade e sua contabilidade precisa prestar todo esse suporte.

Há várias empresas que poderiam estar restituindoPIS e Cofins monofásico. A Falavinha pode fazer essa pré-análise para sua empresa gratuitamente.

4º Suporte na gestão financeira

Os donos de pequenos negócios no Brasil não dominam seus números. E em momentos como esses, de crise, de desespero, quem não domina seus números está sujeito a cometer mais erros. Erros graves, fatais. E a primeira coisa que você empresário irá fazer é sair cortando tudo, inclusive o seu serviço de consultoria, sem saber se isso é devido.

Quando na verdade o seu honorário, seu custo para a empresa é o único custo dentro da organização que pode ajudar a reduzir as outras despesas. Pois o contador pode ajudar com consultorias e orientações para otimizar os outros gastos.

5º BPO Financeiro

Uma tática desenvolvida neste período de crise, é a sua empresa ter o serviço de BPO financeiro.

Pois você empresário percebe que as informações que vai ter a partir disso são prioritárias para poder evitar uma quebra de negócios.

Todas as recomendações descritas podem ajudar com que a turbulência do coronavírus na vida das empresas e do país tenham impactos minimizados com a ação de consultoria prestada pelas contabilidades.

Por isso é importante a sua empresa ter todos esses serviços ao seu dispor em uma só contabilidade. A Assessoria Falavinha consta com todos esses serviços dessas Áreas. Assessoria Tributária para recuperação de PIS/COFIS e ICMS. BPO Financeiro e Consultoria de RH para questões trabalhistas. Suporte em Gestão Financeira temos a nossa área de Gestão empresarial. Isso tudo com especialistas de cada setor.